BLOG DO ADAIL

Conhecer a Deus é fundamento eterno de bem-aventurança - glória eterna. Não o conhecer é eterna perdição. Deste modo, o conhecimento de Deus é tudo: vivifica a alma, purifica o coração, tranquiliza a consciência, eleva as afeições, e santifica o caráter e a conduta. - Irmão Adail

"Ah, se pudéssemos ter mais fé num Salvador amoroso e vivo, e se pudéssemos abrir nossos corações o suficiente para receber mais do seu amor eterno, consumidor, constrangedor, penetrante; ah, se abríssemos nosos ouvidos para ouvir a doce voz do Noivo quando Ele sussura para nossas almas: "Levanta-te, meu amor, minha querida, venha, deixa as ilusões deste dia transitório. Ah, se sua voz arrebatadora pudesse alcançar nossos corações endurecidos para que tivéssemos sede e clamássemos por um relacionamento mais íntimo com o Salvador crucificado". - Pr. John Harper, que afundou com o TITANIC em 15.04.1912.

ATENÇÃO: O assento do escarnecedor pode ser muito elevado socialmente, todavia fica muito perto da porta do inferno, e logo ficará vazio.

"...prepara-te para te encontrares com o teu Deus" (Am 4.12). Como os crentes em Jesus podem viver com as malas prontas e prontos para partir? Não há mistério a este respeito; o bom senso nos deve indicar como fazê-lo. Estejamos inteiramente dedicados ao serviço de Cristo, todos os dias. Não vamos tocar no pecado com vara curta. Acertemos as contas com Deus. Vamos pensar em cada hora como uma dádiva de Deus para nós, para tirar dela o melhor proveito. Planejemos nossa vida, levando em conta setenta anos (Sl 90.10), entendendo que se o nosso tempo for menor do que esse prazo, isso não será uma privação injusta, mas uma promoção mais rápida. Vivamos no tempo presente; gozemos com alegria dos seus prazeres e abramos caminhos através de suas dores, contando com a companhia de Deus, sabendo que tanto os prazeres quanto as dores são passos na viagem para casa. Abramos toda a nossa vida para o Senhor e gastemos tempo conscientemente na companhia dEle, expondo-nos e correspondendo ao seu amor. Digamos a nós mesmos, com frequência, que a cada dia estamos mais perto. Lembremo-nos que o homem é imortal enquanto o seu trabalho não for realizado, e continuemos a realizar aquilo que sabemos ser a tarefa que Deus nos determinou para aqui e agora. Amém? - Irmão Adail

Uma única bomba devasta uma cidade, e o mundo está na era nuclear. Com a cisão de um átomo, temos um poder e uma força nunca vistos. Foguetes roncam no seu local de lançamento, e sua carga é despejada no espaço. Descobertas apenas imaginadas durante séculos são agora concretizadas à medida que começamos a explorar os confins do universo.

Vulcões, terremotos, maremotos, furacões e tufões deixam desprender sua força incontrolável e inexorável. Resta-nos procurar abrigo para mais tarde reunir aquilo que sobrou.

Poder, força, energia - observamos com admiração a exibição da natureza ou a obra do homem. Mas essas forças não se aproximam do poder de Deus onipotente. Criador de galáxias, átomos e leis naturais, o soberano Senhor reina sobre tudo o que existe e sempre será assim. Que tolice viver sem Ele, que estupidez correr e esconder-se de sua presença, e quão ridículo é desobedecer-lhe. Mas nós o fazemos. Desde o Éden estamos sempre à procura de sermos independentes de seu controle como se fôssemos deuses com o poder de controlar nosso próprio destino. E Ele tem permitido nossa rebelião. Mas, muito em breve, chegará o
DIA DO SENHOR.


domingo, 22 de agosto de 2010

Quem Salva: Jesus ou o Sábado ?



“E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo.” – Apocalipse 12:17

Um jovem, uma escolha, uma “Igreja”. A capa da revista adventista apresenta sutilmente a própria igreja do sétimo dia como a “Esperança Para as Grandes Cidades”.  Ao mesmo tempo em que um jovem universitário, russo e negro, aparece ao lado dos dizeres “Escolhi o Sábado” – Sábado aqui escrito com letra maiúscula e em bastante destaque.

Para os desavisados, incluo os que não se importam em averiguar a verdade a respeito da seita da qual fazem parte, não são evidentes e nem sequer notadas, as tentativas de minimizar o racismo propalado por seus fundadores e a evidente substituição do Senhor Jesus Cristo como Salvador,  pelo sétimo dia que salva, arrastado por todas as doutrinas embasadas em um arminianismo crasso e descabidamente dissimulado.

Embora apresentem um discurso que levaria qualquer crente verdadeiro, mas pouco interessado em confrontar as heresias sabatistas, a acreditar que eles são inofensivos por fazerem afirmações tais como: temos hoje 66 livros na Bíblia, contendo todo o conhecimento necessário para a salvação ouem Seu sofrimento (referindo-se a Cristo), morte e ressurreição, Deus proveu o único meio de expiação do pecado humano, de modo que os que aceitam essa expiação pela fé possam ter vida eterna” suas doutrinas são completamente contrárias às Sagradas Escrituras e ao cristianismo bíblico.

Este pequeno estudo tem por objetivo demonstrar, através da Bíblia, os falsos ensinos sabatistas a respeito do remanescente que deverá enfrentar a grande tribulação dos últimos dias. Que Deus abençoe a todos os que lerem estas linhas dando-lhes verdadeiro discernimento espiritual.
Para não perdermos muito tempo e irmos direto ao assunto, enumeremos rapidamente algumas doutrinas básicas dos adventistas, que se apresentam como a “Igreja do Fim”. Os adventistas afirmam que:

I. A Bíblia é revelação de Deus, mas a “verdade se perdeu” com o passar dos séculos.

II. “A estratégia de Satanás” foi criar “muitas igrejas falsas: A prostituta e suas filhas  

III. “O plano de Deus” se resume a “uma igreja verdadeira: a mulher virtuosa de Apocalipse 12”.

IV. “Com o objetivo de restaurar a verdade Deus estabeleceu uma igreja que deveria cumprir a missão descrita em Isaías 58:12” (restaurar a guarda do sétimo dia, o sábado cerimonial judaico no meio cristão gentílico).

V. “Deus restaurou a verdade (a guarda do sábado) por meio da Sua Igreja” (os próprios adventistas) .

VI. Para a restauração da Igreja do fim, Deus convocou Ellen Gould Harmon (depois que se casou com James White, tornou-se Ellen Gould White), para ser a profetisa do fim dos tempos.

VII. O selo de Deus é o sábado velho testamentário.

VIII. O Espírito de Profecia são os escritos “proféticos” da Sra White.

IX. Atualmente Jesus Cristo está “observando” os que guardam o sábado e os que guardam o domingo, em um santuário celestial, para complementar a salvação somente dos que são obedientes em guardar o sábado.

X. O sábado é o selo de Deus, o domingo a marca da besta.

XI. A tribulação começará com um “Decreto Dominical”. Quando isso acontecer, a porta da graça será fechada e somente os adventistas fiéis serão salvos.

XII. Os adventistas fiéis serão perseguidos por se recusarem a deixar de guardar o sábado durante a grande tribulação.

Os ensinos básicos acima apresentados (restauração da verdade perdida, uma igreja verdadeira estabelecida por Deus nos últimos dias, um grupo perseguido por suas crenças exrtra-bíblicas, um fundador ou fundadora detentor da última mensagem dada por Deus, ou profeta próprio) são muito semelhantes em seu âmago aos ensinos apresentados pelas Testemunhas de Jeová, pelos Mórmons, pela Ciência Cristã, pela Igreja da Unificação (do senhor Moon) e muitos outros, com uma ou outra modificação descritiva.

Podemos afirmar, de modo bem direto, sem a casca bem disfarçada de suas publicações bem trabalhadas, que fica evidente para qualquer diligente estudante da bíblia que há algumas contradições diretas de seus ensinos mirabolantes com a Palavra de Deus. Por exemplo, podemos questionar:

I. Se a verdade foi perdida ao longo dos séculos e a igreja de Deus naufragou, então Jesus Cristo mentiu, contradizendo- se em Mateus 16:18, pois segundo o Senhor a igreja prevaleceria ao longo dos tempos até a consumação dos séculos - Mateus 28:20.

II. Se o selo de Deus é o sábado estabelecido para os judeus, então Paulo mentiu, contradizendo- se em Efésios1:13, quando apresentou o Espírito Santo como o selo de Deus.

III. Se Jesus Cristo precisa que alguém complemente a salvação, então Ele mentiu, quando na sua morte afirmou que o sacrifício estava consumado - João 19:30, isto é, que tudo o que deveria ser feito para a salvação foi realizado.

IV. Se a porta da Graça se fechará e apenas os adventistas fiéis ganharão a sua própria salvação, obedecendo preceitos da Lei mosaica, então Paulo mentiu em todas as suas epístolas (veja como exemplo Gálatas 5:4 e Efésios 2:8-9), onde afirmou categoricamente que a salvação nunca ocorre pela guarda da Lei mas sim pela Graça.

V. Se o adventista se salvará por guardar a Lei, então observar apenas os 10 mandamentos contradiz toda a Bíblia, que reconhece todo o Pentateuco como a Lei de Deus (II Crônicas 34:14; Neemias 8:8; Lucas 24:44; João 1:17, 10:34; Atos 13:39);

VI. E, finalmente: Se os adventistas são a “Igreja do Fim” então devemos rasgar vários textos da Bíblia, inclusive Apocalipse 22:18-19, invalidando assim todas a Sagradas Escrituras.

Vamos um pouco mais fundo em uma das doutrinas adventistas, verificando a interpretação que fazem de Apocalipse 12, onde afirmam que a profecia se refere a eles como a mulher que dará a luz ao messias e ao remanescente.

O livro que está sendo utilizado para as campanhas “evangelísticas” dos adventistas  apresenta mais detalhadamente a doutrina de que são a “igreja remanescente”. O capitulo 9 do livro tem como título “Uma Estranha Perseguição”. Vejamos algumas declarações do Sr Bullón.

Segundo o autor após a idade média “um grupo de cristãos voltaria a ser perseguido por sua insistência em obedecer a Bíblia e somente a Bíblia”.

Como Satanás levou a raça humana por um caminho de mentira, atualmente “existe um grupo de pessoas que estuda a Bíblia e não se deixa enganar”.

Segundo as explicações dadas pelo Sr Bullón, em Apocalipse 12 a “mulher perseguida é um símbolo da igreja de Deus” e a “obstinação desse povo perseguido está relacionada principalmente com um assunto que a imensa maioria considera um detalhe tolo” e que Apocalipse 12:17 refere-se à “igreja dos últimos dias”, a “igreja do tempo do fim”.

Essa igreja do fim teria um selo, que a identificaria com Deus e a diferenciaria dos enganos de Satanás. Ainda mais, “por trás do selo de Deus está o desejo de se salvar” e “estão o Pai, o Filho e o Espírito Santo”. Qual seria o selo de Deus, então? Então categoricamente diz que “a Bíblia afirma que é o sábado”, enquanto apresenta a marca da besta como sendo o domingo.

Sejamos sinceros, se os adventistas estivessem certos, durante séculos o mundo contemplou o fracasso da igreja de Cristo e Satanás triunfou sobre a igreja de Cristo. E se a interpretação dos adventistas de Apocalipse 12 está correta, isto representara o fim da igreja estabelecida por Cristo, invalidando assim todo o Novo Testamento, fazendo dos escritos de Ellen White substitutivos para toda a Bíblia!

Isto tudo é mais que heresia, é BLASFÊMIA!
Se você não é adventista deve estar estupefato. Não é para menos, podemos resumir assim:

I. Os adventistas crêem que podem garantir a salvação guardando o sábado;

II. Os adventistas crêem que, se deixarem a igreja, perdem a chance de se salvar – ou a salvação que julgavam ter sendo fiéis à guarda do sábado;

III. Os adventistas crêem que a única solução para o mundo é a conversão de todos os demais crentes para suas fileiras – guardando o sábado;

IV. Os adventistas crêem que, todos aqueles que não guardam o sábado não poderão se salvar.

Toda esta problemática interpretação pode causar arrepios se pensarmos mais demoradamente nas conseqüências de suas reivindicações. Homens como Charles H. Spurgeon, D. Martin L. Jones e outros tantos defensores da verdade que creram apenas em Cristo para salvação estariam perdidos, pelo simples fato de não terem feito parte das fileiras adventistas. Tais homens, que confrontaram os falsos ensinos relacionados à seita, não teriam acesso à porta da Graça e, de dentro do santuário celestial, Jesus Cristo teria ficado sem qualquer ação, já que toda a salvação dependia de um “detalhe tolo”, a guarda do sábado.

Um verdadeiro ABSURDO!

Se atentarmos para a linha de interpretação de Apocalipse 12, também encontramos vários problemas antes de partirmos para um exegese mais acurada, a saber:

I. Se a mulher representa a igreja adventista, formada em meados do século 19, como poderia ela ter “dado à luz” ao Messias, claramente identificado no versículo 5?  Foi Jesus que fundou a Sua igreja e não o contrário.

II. Se a igreja adventista dará a luz ao Messias, então Jesus Cristo não é o verdadeiro Messias, pois ele veio 18 séculos antes dos adventistas existirem. Logo, os adventistas ainda estariam esperando o nascimento do Messias, e a igreja estaria sentindo as dores do parto conforme o versículo 2. Será que os adventistas não estão na verdade esperando outro (anti) Cristo?

III. Se a igreja adventista é a mulher e voa para o deserto, como farão os adventistas que moram na América do Sul e em outros países que não possuem desertos? Deverão tomar um avião durante a perseguição em direção a um deserto? Podemos imaginar as empresas fazendo promoções das mais diversificadas (desculpe, não resisto ao comentário hilário). Qualquer deserto serviria? Qual deserto os adventistas deveriam procurar?

IV. Se a igreja adventista é alvo da guerra do dragão, mas o dragão faz guerra ao “remanescente da sua semente” conforme o versículo 17, então não fica claro que somente os que nasceram adventistas, em famílias adventistas, seriam perseguidos, excluindo todos os que não são descendentes de adventistas?

Caro amigo adventista, não fica claro que a interpretação está totalmente fora de contexto, destituída de uma linha cronológica correta, fora do literalismo com que devem ser tratadas as Sagradas Escrituras?

Se os adventistas estão claramente enganados, ludibriando multidões, quem seria a mulher de apocalipse 12?
Neste ponto podemos fazer as devidas correções quanto á interpretação dada pelos adventistas para Apocalipse 12, com um comentário bem resumido do mesmo.

v.1a “E viu-se um grande sinal...”

A palavra no grego para sinal é shmeion (semeion), que tem o sentido de símbolo. Respeitando o literalismo da Bíblia, a mulher é um símbolo. Este grande sinal que aparece no céu tem um sentido espiritual. Sem discernimento podemos dar à mulher qualquer sentido que pudermos imaginar: Maria, Ellen White, Jerusalém, a igreja adventista, etc. Precisamos seguir a exegese para não nos tornarmos arbitrários.

v.1b “...uma mulher vestida de sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça”.

Comparando a Bíblia com a própria Bíblia não erraremos. Estes detalhes fazem referência ao sonho de José em Gênesis 37:9.

“E teve José outro sonho, e o contou a seus irmãos, e disse: Eis que tive ainda outro sonho; e eis que o sol, e a lua, e onze estrelas se inclinavam a mim.”

As estrelas não podem ser os apóstolos, pois seguindo a linha do tempo, a mulher ainda geraria o messias. Portanto, a mulher não simboliza a igreja fundada por Cristo, muito menos a igreja adventista que arrogantemente se identifica com ela.

A mulher é símbolo de uma nação, como em Ezequiel 23:2. Indubitavelmente a mulher de Apocalipse 12 é a nação de ISRAEL. As doze estrelas são as doze tribos de Israel.  A continuidade do capítulo confirma isto.

v.2 “E estava grávida, e com dores de parto, e gritava com ânsias de dar á luz.”

É inegável que há um resumo de todo o Velho Testamento, de tudo aquilo que Israel teve de passar aguardando o Messias. O período de escravidão no Egito, a peregrinação no deserto, a conquista da terra prometida, os juízes, os reis, a nação dividida, o cativeiro, a destruição do templo, o retorno e a reedificação dos muros e do segundo templo, os impérios dominantes, a sujeição sob Roma. Não há dúvida alguma que foi esta a nação que deu à luz ao Messias que foi assunto ao céu (v.5).

v.17 “E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo.”

A Bíblia claramente faz distinção entre a dispensação da Igreja de Cristo e o tempo determinado em que Israel voltará a ser restaurado. O capítulo 11 da Epístola de Paulo aos Romanos nos fornece mais que suficiente instrução quanto a este fato. Israel permanecerá endurecido até que o tempo dos gentios se complete (Rom. 11:25). Isto ocorrerá com o arrebatamento da igreja de Cristo (todos os salvos) descrito em I Tess. 4:17, quando a apostasia no meio cristão se completar (a negação completa de que Jesus é o Cristo) e revelar o homem do pecado (II Tess. 2:3), o anticristo.

Não há qualquer elemento bíblico que impeça a clara distinção entre a Igreja e a nação de Israel. O versículo 17 de Apocalipse 12 nos diz claramente que os perseguidos são os descendentes remanescentes de Israel e não os adventistas (e muito menos os “testemunhas de jeová”). Os 144 mil são da tribo de Israel (Apoc. 7:4). Quando o Templo for reconstruído e o sacrifício ritualístico restabelecido, a igreja de Cristo (todos os verdadeiramente salvos) já terá sido arrebatada, pois a perseguição é para os judeus, a angústia é de Jacó (Jeremias 30:7) são para os filhos do povo de Daniel, os judeus (Daniel 12:1).

Então tudo o mais na profecia de Apocalipse 12 não fica fora do contexto. A revelação de Deus é perfeita. A mulher não é a igreja adventista, graças a Deus!

Cabe enfatizar que, se o Anticristo vai estabelecer uma aliança com o povo judeu, é muito provável que ele estabeleça um “Decreto Sabático”, promovendo, apoiando e estabelecendo o Sábado como dia de descanso oficial e não um “Decreto Dominical”, algo que frustraria seus planos de reconstruir o Templo com o auxílio e o apoio da nação de Israel
Evidentemente, utilizando de uma tendenciosa interpretação, isolando textos (como fazem todas as seitas heréticas), rejeitando as dispensações, tomando para si o papel de “mártires”(?) incompreendidos, os adventistas conseguem perverter a clareza da Palavra de Deus.

Tudo isso acontece ao mesmo tempo em que negam uma averiguação mais diligente de sua própria história e de suas doutrinas, produzindo uma verdadeira lavagem cerebral característica de qualquer seita.

Sob o disfarce de um cristianismo mistificado nas interpretações da sua própria profetisa, Ellen G. White segundo a qual teve “aproximadamente 2.000 visões e sonhos proféticos”, continuam perpetuando heresias contrárias às Sagradas Escrituras.


Além de várias profecias da Sra White que falharam, muitas outras foram contraditadas, pois ela teve de voltar atrás com sua palavra. Lembrando que para um profeta ser considerado falso ele precisa apenas de uma (apenas uma) profecia que não tenha se cumprido. E qual era a sorte do profeta? – Ser morto apedrejado. A Sra White, além de não possuir sequer uma profecia que tenha se cumprido, profetizou sobre absurdos que jamais se cumpriram, como por exemplo:

I. Que Jesus Cristo voltaria em seu tempo, profecia publicada em “O Testemunho de Jesus”, página 108 e em “Primeiros Escritos”, página 15. Depois acabou se contradizendo em “Mensagens Escolhidas”, Volume I, página 76 e “Testemunhos Seletos”, Volume II, página 359.

II. Que ocorreria um nova Guerra Civil Americana, profecia publicada em “Testimony for the Church”, Volume I e “Testemunhos Seletos”, Volume II, página 359.

III. Que haveriam pessoas vivendo em Saturno - inclusive Enoque, profecia publicada em “Primeiros Escritos”, páginas 96 e 97, edição de 1967. Lembrando que Joseph Smith, dos Mórmons, profetizou que haveriam pessoas vivendo na lua – inclusive Adão. É muita heresia para ser acreditada.  Cadê a inteligência dos adeptos do adventismo?

“E se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o Senhor falou? Quando o profeta falar em nome do Senhor, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é a palavra que o Senhor não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele.” Deuteronômio 18:21-22
Caro(a) leitor(a) adventista, não há nada que o homem possa fazer para salvar-se. Nenhuma denominação cristã pode prover essa salvação.

Saiba que você não terá uma segunda chance se vier a morrer confiando no deus que salva os adventistas, o Sábado! Isso mesmo. Para os adventistas Jesus Cristo apenas abriu uma porta que logo se fechará, mas o que realmente salva os adventistas é a guarda do Sábado. Para os adventistas que conheci (talvez até mesmo para você) eu estou perdido, por confiar unicamente e apenas em Cristo para minha salvação, sem as obras da Lei e rejeitar as doutrinas adventistas.
Mas saiba é justamente isso o que a Bíblia diz que cabe ao homem, arrepender-se e crer em Cristo (João 3:16, 11:25-26; Romanos 10:4; I João 5:5 e 10).

Quanto ao sábado, veja o que as escrituras dizem: Jesus Cristo não guardava o sábado, antes o quebrantava! Por isso os judeus o odiavam e desejavam matá-lo!

“Por isso, pois os judeus perseguiram a Jesus, e procuravam matá-lo, porque não só quebrantava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus.” – João 5:18

“Então alguns dos fariseus diziam: Este homem não é de Deus, pois não guarda o sábado.” – João 9:16a

Você consegue compreender? Jesus Cristo jamais seria adventista! Leia as Epístolas de Paulo aos Romanos e aos Gálatas, com um coração contrito espiritualmente, e com toda humildade ore para que o Espírito Santo lhe mostre a salvação bíblica e lhe liberte das garras desta terrível seita. Terrível por que se veste de pele de ovelha, mas não passam de lobos devoradores (Mateus 7:15). Seita por que acrescenta às Escrituras ensinos que não estão contidos nela, diminuindo o sacrifício de Cristo e acrescentando obras para salvação.

Na Bíblia, o Espírito Santo é também chamado: Espírito de Deus (Êx. 31:3; Jó 33:4), espírito de Sabedoria (Deut. 34:9), espírito do Senhor (Juízes 14:6; I Samuel 10:6; I Reis 18:12), espírito de conselho, de conhecimento, de inteligência (Isaías 11:2), espírito de virtude (Lucas 1:17), espírito de profecia (Apocalipse 19:10). O Espírito Santo é dado a todos os crentes em Cristo, no momento da salvação (Romanos 5:5), para nos selar (II Coríntios 1:22; Efésios 1:13), nos ensinar e nos guiar em toda a verdade (João 16:13).

Creia em Jesus Cristo, arrependendo- se de seus pecados e recebendo-O como Seu Único e Suficiente Salvador. Ou então creia no sábado, no dia santo como tua tábua de salvação para juízo investigativo. Embora nada disso esteja na Bíblia. Se confiares no sábado para te salvares, Jesus Cristo não te é suficiente (Hebreus 7:25).

Mas, se confiares totalmente em Cristo, estarás livre da Lei e de nada te servirá o sábado judaico. Ninguém poderá te condenar (Romanos 8:1)

Que Deus te abençoe em Cristo e te guarde do sábado judaico.
Postado por adailcampelo@hotmail.com (adaptado de Rogério Rocha).

OBS.:  Deseja conhecer mais detalhes a respeito das TESTEMUNHAS DE JEOVÁ?
           Acesse - NOSSOBLOGDOATALAIA.BLOGSPOT.COM

9 comentários:

  1. Querido irmão em Cristo.

    Amei o teu blog e me deleito no Senhor por existir pessoas como o irmão. Que mensagem linda e oportuna sobre a volta do nosso Rei Jesus Salvador. "Como os crentes em Jesus podem viver com as malas prontas e prontos para partir?"
    Passo a refletir muito sobre isso e procurarei a cada momento estar com as malas prontas.
    Leio tudo em teu rico blog, e o faço como se come um peixe:a carne me serve, os espinhos jogo fora.
    Por que digo isso? Porque quero dizer ao querido irmão que nasci em lar cristão assembleiano, 45 anos participei ativamente como membro e obreira em ministério da música, regente de corais, professora da escola dominical, até que o Senhor (creio firmemente ser obra do nosso Deus)pela sua rica e doce misericordia me alcançou, trazendo-me para a igreja adventista. Os sábados agora os utilizo para total adoração ao nosso Deus e ao Senhor do sábado, Jesus Cristo.
    Hoje louvamos ao Senhor de coração, trabalhamos com doentes, mendigos, viciados, nesse dia.

    Estamos fazendo o por do sol em muitas casas de irmãos assembleianos sedentos pela Palavra genuína e poderosa.

    Deus abençoará sempre o irmão e me ofereço para colaborar com ofertas a fim de que este blog sempre, sempre permaneça propagando a rica e transformadora Palavra de Deus.

    Cley Mongenot, aquela que foi resgatada pelo Senhor sendo serva Dele para sempre.

    ResponderExcluir
  2. Minha querida irmã em Cristo Jesus, o Sábado não Salva ninguém o Sábado não é dos Judeus como voce afirma, leia o Livro de Gênesis 2 versos de 1 à 4 , nessa época não existia Judeus não é mesmo?
    Creia , para nossa salvação o que importa é amor ao próximo, a fé em Jesus , e vc tendo fé em Jesus , guardará os mandamentos de Deus.
    Continue perseverante! amando seu próximo que é até o adventista do 7º dia como eu.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. O quarto mandamento foi sim o único mandamento que Deus disse que era um sinal entre Ele e o povo judeu, vai ler a bíblia, não fiquem só ouvindo o pastor, busque a verdade por si e a verdade é a palavra de Deus, Jesus é a verdade. Sábado em Gênesis??? Não existe sequer a menção da palavra sábado em Gênesis. Se quiserem saber mais sobre isso entre no meu perfil no youtube: felipegarcia84, eu explico. Antonio na Biblia diz que quem ama o próximo cumpre a lei basta isso, quarto mandamento foi um sinal para Israel, sábado significa descanso. Visitem meu perfil vamos conversar sobre esse tema. Boa noite.

    ResponderExcluir
  4. Caro amigo, vc parece sincero, parece tentar esclarecer algo que vc mesmo se confunde hehehe, nossa isso é ridiculo, pura ladainha Dominical sem sentido, meu Deus irmão, como vc pode fazer isso com Jesus, acusa-Lo de quebrar o sábado, será que curar no Sábado e quebrar o sábado? fazer milagres é um trabalho braçal? o fato de Jesus fazer esse tipo de trabalho no sábado é quebrar? sim ele foi acusado, mas poxa um bando de gente fanática e religiosa que o acusou, Não se pode guardar o sábado como os fariseus guardavam eles acrescentaram mais 600 regras o que tornava um fardo pesado, mas Jesus ensinou diferente, sabe pode meter o pau na igreja que for ate na igreja Adventista, mas nos 10 mandamentos jamais meu querido irmão, não pregue assim, pq fazendo assim estaremos fazendo o papel diábolico da igreja romana, sabe se que não é fácil sermos sinceros e puros em um mundo de tantas doutrinas, mas saiba que os 10 mandamentos incluindo o 4º são sagrados para todos os cristãos, mesmo que sejam levados a crer no domingo como dia de louvoe e descanso.

    Claro que o Sábado não salva, como crer apenas em Jesus não salva, mas sim devemos aceitar Jesus, obedece-Lo e andar como Ele andou isso sim salva, crer é um passo importante, mas crer é o mesmo que saber que Ele é real, devemos guardar seus mandamentos como Ele guardou os de Deus.

    Seja sincero, que uma coisa é você guardar os 10 mandamentos e outra coisa é guardar a Lei de moises, a qual foi sim abolida e quem estiver debaixo dela esta debaixo de Maldição, saiba que Galatas, Romanos, quando fala mal da Lei é da Lei de Moises não da Lei do 10 Mandamentos, se não seria incoerente, quando a as escrituras falam mal do sábado não é do Sábado do 7º dia, e sim de feriados e eram chamados de sábados, visto q significa descanso.

    Em o nome do Senhor Jesus Cristo, seja iluminado agora, e aceite essa mensagem em sua mente, não para trocar de igreja mas sim para melhor agradar a Deus pai agora.
    amém

    ResponderExcluir
  5. Estava vendo um DVD dos Adventistas camado:O grande conflito, e no penultimo estudo o "pastor" diz o seguinte: " OS ZEZ MANDAMENTOS SÃO IMPORTANTES PO QUE FOI ESCRITO PELO DEDO DO PRÓPRIO DEUS. VOCÊ NÃO ACHA QUE SE FOI ESCRITO PELO DEDO DO PRÓPRIO DEUS ELE É IMPORTANTE? SE NÃO FOSSE IMPORTANTE ELE TERIA USADO ABRAÃO , IZAQUE, JACÓ OU ALGUM PROFETA ASSIM COMO FEZ COM A BÍBLIA" Literalmente está dizendo que a bíblia não é importante, somente os dez mandamentos são. Uma heresia, afinal Jesus não escreveu uma só linha, mas tudo sobre ELE está na bíblia. Então pergunto eu: JESUS NÂO È IMPORTANTE? uma herisia sem tamanho.

    ResponderExcluir
  6. Estava vendo um DVD dos Adventistas chamado:O grande conflito, e no penultimo estudo o "pastor" diz o seguinte: " OS DEZ MANDAMENTOS SÃO IMPORTANTES PORQUE FOI ESCRITO PELO DEDO DO PRÓPRIO DEUS. VOCÊ NÃO ACHA QUE SE FOI ESCRITO PELO DEDO DO PRÓPRIO DEUS ELE É IMPORTANTE? SE NÃO FOSSE IMPORTANTE ELE TERIA USADO ABRAÃO , IZAQUE, JACÓ OU ALGUM PROFETA ASSIM COMO FEZ COM A BÍBLIA" Literalmente está dizendo que a bíblia não é importante, somente os dez mandamentos são. Uma heresia, afinal Jesus não escreveu uma só linha, mas tudo sobre ELE está na bíblia. Então pergunto eu: JESUS NÂO È IMPORTANTE? uma herisia sem tamanho.

    ResponderExcluir
  7. Gostaria de dizer que sou adventista e afirmo categoricamente que cremos que a salvação é exclusivamente e só por meio da graça de Jesus e ponto final.
    Agora afirmar que por esse fato estou descompromissado de guardar os 10 mandamentos, é afirmar que posso MATAR, ROUBAR, ADULTERAR, ADORAR IMAGENS. Você acha que podemos fazer tudo isso? Com certeza você irá dizer que não MATA, NÃO TEM ROUBADO e não tem adorado outros deuses. Agora quando entra a questão do SÁBADO, afirmam que foi abolido. Interessante, o SÁBADO foi abolido e os outros mandamentos não. Outra coisa, a palavra de Deus diz que os 10 mandamentos foram escritos pelo próprio dedo de Deus, não é o pastor adventista que está dizendo, está escrito. (Exo: 31.18)
    Agora se você não aceita é uma questão entre você e Deus. Não sou eu um pecador miserável que irá condená-lo. Alias, espero vê-lo lá no Céu. E que Deus te abençoe, não só você, mas que a benção alcance todo sua família.

    ResponderExcluir
  8. JESUS ME SALVOU E POR AMOR A ELE GUARDAREI TODOS OS SEUS MANDAMENTOS, INCLUSIVE O SÁBADO.

    ResponderExcluir